Entenda a Crise VFX em Hollywood

O assunto é um pouco complexo e claro, muito dinheiro envolvido. Hoje grandes empresas de VFX estão saindo de Los Angeles e indo para outras cidades que pagam incentivos para as produções cinematográficas. Dessa forma, uma empresa chamada Rhythm & Hues, responsável pela criação do tigre em “A Vida de PI” está passando por dificuldades financeiras. Há aproximadamente 2 semanas atrás a empresa abriu concordata, ou seja, precisa de injeção de dinheiro para não falir.

857661_10151259069611651_1478618295_o

Os acontecimentos fluem e as más notícias crescem como uma bola de neve. Agora quem dá sinais de que está passando por dificuldades é a Pixomondo, vencedora do Oscar do ano passado com “Hugo”. A Pixomondo anuncia o fechamento de dois escritórios, um em Londres e outro em Detroit. Mas dois indicativos que o mercado de VFX precisa ser revisto.

Ontem o grande vencedor do Oscar 2013 foi “A Vida de Pi”, e muitos dos funcionários que participaram da criação dos efeitos fizeram uma manifestação afim de alertar sobre a divisão dos lucros em filmes que utilizam muitos efeitos visuais. Realmente se paramos para analizar, boa parte da magia desses grandes blockbusters é resultado de muito trabalho técnico e artístico desenvolvidos pelas equipes de VFX.

Fotos: Aaron Kupferman

Mas então, porque issto tudo está acontecendo agora?

A resposta é bem simples. O governo Americano e as grandes contratantes não fazem o repasse do dinheiro corretamente. Hoje no Reino Unido e no Canadá existem uma séries de medidas que incentivam a criação e o desenvolvimento de efeitos visuais. Por exemplo, se um efeito custa $ 100, o governo paga mais $ 60 de subsídios para a produtora. Dessa forma é muito interessante ter uma filial em Londres ou Canadá, como fazem a Double Negative, Pixomondo, MPC, entre muitas outras. Esse é um mercado altamente flutuante, os artistas não possuem estabilidade, trabalham de acordo com os jobs que surgem dessas empresas que agora começam a falir.

A situação é crítica, mas o mais interessante de tudo é que o canal da conversa está mais aberto do que nunca. Agora é possível ouvir um pouco mais de uma classe que fica de fora dos grande lucros, e o grande exemplo é “A Vida de PI” ser o grande ganhador do Oscar com a empresa que fez os efeitos do filme estando quase de portas fechadas. Um grande contraste na indústria de Hollywood que provavelmente ainda vai dar o que falar.

85_TC_0112

Ontem quando “A Vida de Pi” foi anunciado como o grande vencedor na categoria Efeitos Visuais ocorreu uma gafe por parte da organização do Oscar. O discurso dos ganhadores Bill Westenhofer, Guillaume Rocheron, Erik-Jan De Boer e Donald R. Elliott foram cortados quando eles começaram a falar sobre a Rhythm & Hues. O corte foi no exato momento da declaração sobre as dificuldades e vitórias encontradas pela empresa. Abaixo o texto completo:

The irony is not lost on any of us up here that in a film whose central premise is to ask the audience what they believe is real or not real, most of what you see is, well, it’s fake. That’s the magic of visual effects. I want to thank Gil Netter and Elizabeth Gabler and all those at Fox and Fox 2000 for realizing that sometimes it takes a risk to make something special. And LIFE OF PI was a risk worth taking. To our director, Ang Lee, you were an inspiration and you made it an incredible journey for all of us. To David Womark, Mike Malone and Tommy Fisher for making a wave tank that kept us from having to go out to the real ocean and John Kilkenny for inviting all of us to the party in the first place. to my family for all the sacrifices they made, Gabrielle I love you so much, to my children: Christopher, Thomas, Alexander and Samantha thank you for inspiring me every day, my mom and dad thank you for telling me to do any crazy career choice I wanted. Finally, I want to thank all the artists who worked on this film for over a year, including Rhythm & Hues. Sadly Rhythm & Hues is suffering severe financial difficulties right now. I urge you all to remember….

Depois a Michelle Obama falou sobre a importância das empresas que produzem os filmes, sobre a realização de uma história contada por quem trabalha por trás das câmeras, etc. Pelo visto não é só no Brasil que temos novelas. Espero que essa que está acontecendo agora em Hollywood tenha um final feliz.

Fontes: VFX Soldier e FXPHD

Anúncios

2 Respostas

  1. Pingback: Carta para Ang Lee | Nimbo CG

  2. Fantástico. Não sabia que estava essa bagunça toda no mercado de VFX. É uma pena. É a mesma história dos animadores da Disney e outras empresas anos atrás, ou dos programadores, designers e engenheiros em outros mercados: não recebem nenhum reconhecimento, quanto mais um bom trabalho.

    26/02/2013 às 17:22

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s